Apareça a Tua Obra aos Teus servos

Foi isso que escreveu Moisés:

Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória sobre seus filhos.

Salmos 90:16

Você sabia que foi esse mesmo Moisés quem escreveu o livro de Gênesis? Ali vemos como Deus criou todas as coisas, realizando Sua Obra Criadora. Mas, se essa Obra está diante dos nossos olhos, se “os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento a Obra de Suas mãos”, o que mais Moisés espera de Deus? Por que ele pede que a Obra de Deus “apareça”?

O que precisa aparecer está, certamente, oculto aos nossos olhos. Havia uma Obra ainda oculta aos olhos de Moisés. É a que podemos chamar de Obra Redentora, a execução de um projeto maravilhoso de salvação, que só seria desvendado na vinda do Senhor Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Precisamos orar como Moisés e pedir: Revela a Tua Obra, Senhor, no meio dos anos faze-a conhecida! Se isso acontecer conosco, amigos, se conhecermos por revelação essa Obra Redentora, o desdobramento, a consequência disso será que Deus há de revelar a Sua glória aos nossos filhos – foi isso que Moisés pediu.

É um pedido atual e urgente, afinal o mundo está bombardeando nossos filhos de dia e de noite, oferecendo a eles a glória deste mundo, uma ilusão que serve de isca para a escravidão do pecado. O maligno ofereceu isso ao próprio Filho de Deus, no monte, onde mostrou a glória dos reinos deste mundo. Jesus o venceu pela Palavra, pois é ela, a Palavra que revela a glória de Deus. Se os nossos filhos virem a glória de Deus não serão seduzidos pela glória do mundo.

“E o mundo passa, e a sua concupiscência (sua aparência, sua glória); mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.”

1 João 2:17

17 comentários sobre “Apareça a Tua Obra aos Teus servos

  1. A criação de Deus é tão maravilhosa que excede o nosso entendimento, não temos como descrever tanta beleza, fico pensando em como será algo que excede tanta beleza! Eu tenho como referência para minha vida o salmo 139 pois ali é manifesto o conhecimento de Deus a nosso respeito e isto me faz desejar conhecê-lo mais e mais!

    Curtir

  2. Como o ladrão na cruz pede a Cristo:
    Lembra te de mim qdo entrares NO TEU REINO
    ele reconhece a Majestade de Jesus, o reino celestial,ali ele enxerga o profético

    Curtir

  3. Moisés já tinha sua experiência com Deus, a experiência, agora ele queria ter uma experiência com o filho e com o E.S.
    Teu está na 2° pessoa do pronome possessivo, é o filho.
    Seu está na 3° pessoa do pronome possessivo, é o Espírito Santo.
    Deus tem revelado o filho para aqueles que o serve
    Quando você se coloca como servo, Deus se agrada e glória de Deus fica evidente em sua vidas, você se enche do Espírito santo.
    Passamos a ser coherdeiro de Cristo, ou seja herdeiro como Cristo.
    Filho de Deus.
    A glória sobre seus filhos. A benção do Espírito Santo.

    Curtir

  4. Busquei por curiosidade na bíblia em hebraico e vi que a expressão para “obra” em Gn 2:2 é diferente da que é usada para “obra” neste salmo. Porém, se abrirmos no texto de Hc 3:2, a palavra para “obra” no hebraico é semelhante à do salmo, a mesma raiz. Que a nossa vida seja um testemunho da Obra Redentora!

    Curtir

  5. Criar filhos hj como servos, é ensina Los a se curvarem em amor ao próximo. É o serviço ensinado e praticado pelo filho de Deus. O servo.
    Fazendo assim, deixam de ser servos e passam a serem filhos. E então, sendo assim, será visto neles a glória do pai, pq fazem a mesma obra.
    O maligno ofereceu o reino e a gloria deste mundo, mas Jesus, em uma de suas orações, em resposta ao maligno, creio eu, nos ensinou dizendo: pai nosso…Venha a nós o “teu reino”.
    Seu reino n e deste mundo.
    Cristo em nós, esperança da glória!!
    E assim Nele!! Sua glória enche o (meu ) templo.

    Curtir

  6. Criar filhos, é ensina los a se encurvarem ao amor ao próximo. Pois está foi a obra ensinada e praticada pelo filho de Deus. O servo.
    Sendo assim, deixam de serem servos e passam a serem reconhecidos como filhos, pq fazem a mesma obra do pai.
    O maligno ofereceu o reino e sua glória, mas, Jesus em uma de suas orações, como resposta a ele, creio eu, disse nos ensinando:
    Pai nosso…venha a nós o “teu reino”.
    Seu reino n e deste mundo. E assim tendo o reino em nós, sua obra redentora passa a ser reconhecida.
    Cristo em nós, esperança da Gloria.
    Estando nele!! Sua glória enche o (meu) templo.

    Curtir

  7. Não tem maior preocupação do que com a salvação dos filhos.
    Deus sempre se preocupou com isso, por isso quando Jesus, o cordeiro de Deus q tira o pecado do mundo, veio ate nós, apresentou um Deus q se coloca como Pai amoroso.
    Ele ama mas é justo.
    E pela fé nos concede o poder de sermos chamados de seus filhos.

    Curtir

    • Acho que eu enxergo um pouco diferente, Vagner: Ele, o Senhor, nos deu a experiência da paternidade para entendermos um pouco melhor quem Ele é. De todo modo é muito válido e importante o que você escreveu, obrigado pelo seu constante apoio a esta página.

      Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s