… das trevas para sua maravilhosa luz

Quero convidar você a considerar os seguintes trechos das Santas Escrituras:

No princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; Gênesis 1:1-2a

E fez Deus separação entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. Gênesis 1:4b, 5a

…e ali não haverá mais noite… Apocalipse 22:5

obscuridad-a-luz

A história da humanidade começa em Gênesis onde tomamos conhecimento de que as trevas dominavam o mundo recém criado. E na profecia de Apocalipse, que antecipa a conclusão dessa história, tomamos conhecimento de que as trevas estarão para sempre vencidas.

O que acontece entre Gênesis 1 e Apocalipse 22 é a sucessão constante, como um embate, entre luz e trevas. Desde então todos nós convivemos com o choro – que pode durar até a noite inteira – e com a alegria que vem pela manhã, prefigurando o enxugar definitivo das nossas lágrimas pelo nosso Deus Salvador.

Segundo o apóstolo Pedro, o Senhor nos encontrou em trevas e nos chamou para Sua maravilhosa luz. Assim que, escreve Paulo aos Tessalonicenses, nós somos do dia, não da noite. Escolhemos um lado nesse embate, viemos para a luz e, suportando com paciência os períodos de sombra, lutamos em nome da Luz.

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12