Jonas – capítulo 2 – O lugar de oração

(Se quiser começar pelo capítulo 1, clique aqui)

Logo após ser tragado pelo grande peixe, Jonas deve ter levado alguns instantes antes de perceber que não morrera e entender que Deus estava preservando de maneira milagrosa sua vida. Este pequeno capítulo do livro se propõe a um só objetivo: nos revelar um segredo, ou ao menos um pequeno trecho dele. A oração. A oração é um segredo entre o homem e o Senhor.

Em sua passagem pelas entranhas do peixe, Jonas teve a oportunidade de ter sua sentença de morte suspensa por um tempo – que ele não podia prever quanto duraria. Essa suspensão, essa oportunidade precisava ser aproveitada ao máximo. O livro não menciona qualquer oração de Jonas antes de ser tragado pelo peixe. O peixe foi para ele um lugar de oração. Jesus, ao purificar o templo, bradou entre chicotadas: “Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões“, Mateus 21:13. Se estou na casa de oração e não busco a salvação de Deus em oração, eu mesmo sou um ladrão, roubando de mim mesmo o direito ao bem maior, ao maior tesouro: a salvação.

Jonas não orou por outra coisa, a não ser por salvação. Não pensou em pedir uma casa melhor, uma despensa cheia de alimentos, roupas finas, dinheiro, fama, prosperidade… Prosperar para Jonas era ter sua vida preservada, escapar da ira do Todo-Poderoso. Não havia como pensar em outra coisa. O ruído das águas que rodeavam o peixe era aviso pra Jonas, o juízo está perto! O que separava Jonas do castigo que o seu pecado merecia era apenas o corpo vivo do peixe. É apenas a estrutura viva do Corpo de Cristo que nos preserva até ao momento em que Deus, o Pai, dará a ordem final, para que Seu propósito se cumpra e sejamos colocados em um lugar de eterna segurança.

Jonas considera sobre isso no trecho da oração dele que nos é permitido conhecer aqui. Ele não faz nenhuma queixa em sua oração. A não ser de si mesmo. “De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados“, Lamentações 3:39, escreveu o profeta Jeremias. Jonas confessou suas falhas, seus pecados, clamou por misericórdia, fez compromissos com Deus, reconheceu o principal: Do Senhor vem a salvação! Entender a salvação é o grande objetivo do Senhor em nos trazer para esse Corpo vivo.

Enquanto Jonas aprendia a obedecer, padecendo, sujeitando-se aos movimentos imprevisíveis do peixe, ele que antes decidia para onde ia, foi sendo moldado, quebrantado, como foi o Filho de Deus durante sua vida terrena. Lemos isso na carta aos Hebreus: “Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu“. Hebreus 5:8 . Ora, se o próprio Filho de Deus aprendeu a obediência padecendo, não seria diferente para Jonas, para mim e para você.

Jonas precisava de que o peixe permanecesse vivo. Se o peixe morresse, ele morreria também. Isso pode ter sido, em algum momento daqueles três dias, motivo de oração de Jonas. Ore por esse Corpo vivo, caro leitor. Ore pela sua igreja, para que ela, viva, tenha condições de manter sua vida também. Se sua igreja morrer, você morre também. Não se queixe dela, não a machuque por dentro.

Por fim, vamos considerar o seguinte: Jonas não tinha a menor ideia de quando aquela “aventura” iria acabar. Não tinha relógio, não tinha qualquer referência do passar do tempo. Talvez lá pelo segundo dia tivesse a impressão de estar ali por semanas, ansiando por escapar. Só uma coisa abreviaria sua passagem por todo aquele aperto: a oração. Assim também nós não sabemos quanto tempo ainda nos resta até que soe a ordem do Todo-Poderoso que trará o tão esperado livramento ao povo que Ele está moldando nas entranhas do Corpo. Talvez alguns que leem este texto estejam já se cansando de esperar. Mas precisamos – precisamos – orar mais e melhor. “E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé“. Romanos 13:11. Não desanime, recobre as forças para orar, para se humilhar, enquanto Deus completa Sua Obra em sua vida, fazendo de você o homem, a mulher que Ele deseja que você se torne.

No próximo texto, veremos o capítulo 3 mostrar que Jonas não era mais desobediente ao Senhor. Isso permitiu que Deus fizesse dele o maior evangelista da história bíblica. Espero você, até lá.