2 Tipos de pessoas com quem Jesus fala em Sua casa

No capítulo 2 de Marcos somos informados que Jesus estava em casa, em Cafarnaum. Ali aconteceu o episódio da cura do paralítico, trazido por quatro. Vemos em seguida que Jesus fala por duas vezes.

Na primeira vez o Mestre é movido pelos que criam nEle, ao ver a fé deles, falou sobre o maior problema do ser humano: Seus pecados. E mais, mostrou-se a solução para esse problema. Portanto primeiramente Jesus se dirige aos que creem nEle.

Na segunda vez que fala, o Senhor se dirige aos que não criam nEle, motivado pelo que via em seus pensamentos. A eles o Senhor mostra o sinal da cura do enfermo em questão. Ao contrário da fé, que precisou ser manifesta em ações, bastou a incredulidade incubada nos corações para provocar a repreensão de Jesus.

Daí a gente entende que:

  • A fé provoca a ação; a incredulidade provoca a estagnação.
  • Um milagre nem sempre é provocado pela fé, mas às vezes para provocar a fé.

De todo modo, o melhor lugar para se estar – mesmo se você for um incrédulo – é a casa de Jesus, pois Ele há de falar com você ali. Diz a Bíblia que, no final, TODOS se admiravam e glorificavam a Deus, dizendo: Nunca tal vimos.

Logo para o Egito?

José, esposo de Maria, já havia provado que era um homem nobre, de bom caráter e temente a Deus. Faria de tudo para proteger sua família e cumprir o projeto de Deus na vida deles.

Mas recebeu do anjo do Senhor, que lhe apareceu em sonhos, uma ordem um tanto estranha: “Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito”. Logo para o Egito, seu anjo? No Egito eles não gostam de judeu, não… E eu sei de uma história de que lá, certa vez, eles mataram milhares de meninos judeus!

Você arriscaria tudo pLogo para o Egito?ara atender a orientação de Deus para sua vida? Iria, como José, contra sua própria razão, acreditando que o lugar mais seguro seria justamente o mais improvável?

A fé e a razão caminham juntas quase todo o tempo. Paulo nos fala do culto racional, que combina as duas. Mas os momentos mais desafiadores de nossa caminhada são aqueles em que a fé aponta para um lado e a razão para o lado oposto. Que o Senhor nos ajude a discernir isso. Amém.