Quem veio primeiro: a gratidão ou a revelação?

Dez-leprosos

Uma coisa me chamou a atenção recentemente, na história dos dez leprosos curados pelo Senhor, na narrativa de Lucas, no capítulo 17. O Salvador atendeu ao pedido daqueles homens sofridos com uma ordem simples, que, aliás, estava pautada pela lei mosaica: eram os sacerdotes quem diagnosticavam a doença e sua eventual – raríssima – cura.

A premissa desta lei não mudaria, pois tinha um caráter profético: o sacerdote continuará sendo o que pode julgar se um homem está ou não limpo da lepra – que sabemos, representa o pecado: a doença que tira a sensibilidade do espírito e o leva à desfiguração e morte.

Mas só um dentre os dez entendeu que agora, no Novo Testamento de Deus com os homens, o sacerdote era o mesmo que havia providenciado a cura: Jesus.

Assim ele também obedeceu à ordem de se mostrar ao sacerdote, mas tomou caminho diverso dos demais. E foi recompensado por isso. Além de curado foi salvo também, ao contrário dos outros.

Muita gente ainda hoje é abençoada pelo Senhor em tantas coisas, mas se afasta do Abençoador, ainda que num caminho que atenda ao seu entendimento religioso.

Porém, como então era, ainda hoje é:

O homem que alcança a revelação do mistério se enche de gratidão.

Ou: O homem cheio de gratidão alcança a revelação do mistério.

4 comentários sobre “Quem veio primeiro: a gratidão ou a revelação?

  1. Que palavra Grandiosa… Louvado seja o Senhor Jesus, por isso.
    Acho que é a primeira frase, por que?…
    SAULO não tinha GRATIDÃO no seu Coração, mas diante de um JESUS REVELADO, foi GRATO.
    Mas, acredito na segunda frase também,rsr
    A mulher Cananéia, que por ser GRATA em apenas comer das Migalhas que caiam da mesa, alcançou a REVELAÇÃO… JESUS.

    A Paz do Senhor Jesus.
    Um abraço.

    Curtir

  2. Muito interessante, pude observar que aquele homem “samaritano” por causa da lepra se juntou com os judeus, o pecado faz o homem se unir até mesmo com pessoas improváveis que se estivesse são jamais se ajuntaria. Quando foi impulsionado pela palavra de Jesus, vendo que estava são percebeu sua condição de samaritano e viu que não tinha para onde ir. Nós quando libertos do pecado descobrimos nossa verdadeira condição (necessitado). Ele ouviu o nosso clamor de longe (do fundo do nosso coração) e agora lavados por seu sangue podemos nos aproximar para adora-lo. Uma coisa é certa, ao lado DELE jamais tornaria se leproso novamente. Forte abraço.

    Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s