Maravilha de hoje: santidade de ontem

Maravilha de hojeAo informar ao povo hebreu que o Senhor pretendia fazer maravilhas no dia seguinte, Josué faz uma declaração
que é uma espécie de regra de convivência com o Eterno: “santificai-vos – hoje – e farei – amanhã – maravilhas no meio de vós”. Por essa regra, qualquer maravilha que você possa discernir diante dos seus olhos, caro amigo, é desdobramento dos atos de santificação de ontem.
Por “atos de santificação” eu quero dizer, essencialmente, de obediência à vontade do Senhor, que deseja nos separar deste mundo, para nos juntar a Si. Deus quer que maravilha seja nosso ambiente natural. Isaías diz que o primeiro nome do Salvador seria “Maravilhoso”.

Se queremos ver maravilhas amanhã, precisamos de nos santificar hoje. Deus tem pressa nisso. Não seria na semana seguinte, ou na próxima festa, mas amanhã. Se deixarmos a santificação para amanhã, estaremos adiando também as maravilhas. Quantas vezes já fizemos isso para, em seguida, reclamar que as maravilhas estão atrasadas?

A maior maravilha que estava no plano de Deus para Seu povo era cruzar o rio Jordão sem se afogar nele. Ninguém acreditaria se fosse contada. Assim será também o arrebatamento da Igreja: vamos cruzar o rio sem morrer nele