A Porta aberta no céu

 

Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.
E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono.
                                                                                          Apocalipse 4:1-2

Considere, pra começar, que João estava preso em uma ilha, exilado, longe de sua terra, de sua família e de tudo mais que amava. Um servo de Deus, que conhecia a “voz de muitas águas”, que já havia falado com ele antes.

Mas entre a última vez em que havia escutado aquela maravilhosa voz e agora, talvez João possa ter ficado abatido ao olhar em volta e não encontrar uma saída para sua situação. Dia após dia, incomodado pela sauThe_Door_to_Heaven_by_heavenlybirddade dos irmãos e familiares, aquele servo de Deus pode ter se sentido como nós às vezes nos sentimos também.

Talvez neste exato momento, caro leitor, você esteja olhando ao redor e procurando uma saída, um escape. Talvez, como João, pareça que sua sorte está entregue a uma autoridade local, um carcereiro que parece deter as chaves de todas as portas.

Mas aquela voz – ó quão preciosa! – volta a soar e, apesar de tonitroante, faz um doce convite àquele homem tão sofrido: Sobe aqui. Ele não escreve ter visto uma escada, apenas a porta LÁ EM CIMA no céu. Pode ser que, como acontece conosco, aquela maravilhosa voz o tenha elevado, tirado João de sobre a Terra/prisão e o levado ao céu. Sim, porque é isso que essa voz, a voz do Espírito Santo tem feito aos servos de Deus ainda hoje: desviado nossa atenção da terra para o céu, nos conduzindo à Porta – a única e maravilhosa: figura do Senhor Jesus – e nos chamado para ver o trono do Altíssimo.

João descobriu, e eu também: A saída para mim não está aqui embaixo e quem governa a minha vida não é nenhum carcereiro. É o que está assentado sobre o trono celestial!