Igreja – a Olaria de Deus – 2ª e última parte

Nas mãos do OleiroComo o vaso que ele fazia de barro…

Toda a atenção estava no vaso e no processo que estava em andamento. Assim a igreja é uma oficina em que nós, os vasos, estamos sendo trabalhados. Jeremias não foi levado a uma loja, em que todos os vasos estariam já prontos, mas numa oficina onde nada – a não ser o próprio Oleiro – é perfeito.

…se quebrou na mão do oleiro

Qualquer vaso dentro da Igreja é passível de se quebrar. É da natureza dos objetos de barro em construção: são facilmente quebráveis. Mas a vantagem de se quebrar na mão do Senhor é que Ele pode tornar a moldar você. Muitos se quebram longe da casa do Oleiro e nada resta deles, cacos imprestáveis.

…tornou a fazer dele outro vaso, conforme pareceu bem aos seus olhos fazer.

Deus é soberano e dentro da Igreja é Ele quem determina nosso molde e função. Não há como resistir. Se nos endurecemos nisso Ele terá de nos quebrar e quebrar e quebrar… até que não ofereçamos mais resistência à Sua soberana vontade. Ou lançados no monturo…

“NÃO PODEREI EU FAZER DE VÓS COMO FEZ ESTE OLEIRO, Ó CASA DE ISRAEL?”