Deus não deixa o leite derramar!

Esta leiteira não é de Deus...

Foi assim que respondi a uma irmã que me perguntou certa vez se eu não ia me casar (casei aos 31…). A resposta saiu sem eu muito pensar. Mas tive tempo pra isso mais tarde e me lembrei de quando criança receber a incumbência de vigiar o leite enquanto fervia.

Eu e meus irmãos repartíamos as tarefas domésticas. Ferver o leite era muito cruel (segundo o meu senso de justiça infantil, à época): Não podíamos apagar o fogo antes de o leite subir, pois ficava “crú”. Era preciso esperar o momento exato.

O leite parecia ficar vigiando a gente também! Era só a gente desviar o olhar da leiteira e ele se derramava todo, nos obrigando a fazer um serviço ainda mais detestável: Limpar o fogão.

Mas – disse eu à senhora, que queria entender melhor minha resposta – o Senhor olha prá nós com muito mais atenção. Ele não apaga o fogo da prova antes do momento preciso, pois assim ficamos “crús” também e não restará outra solução senão levar novamente ao fogo. Isso ninguém quer, né?

Quanto a mim, de fato, valeu a pena esperar. Me casei numa boa hora e vejo a provisão fiel do Senhor a meu respeito. Se você está sobre o fogo da prova, não tenha medo: O Senhor está atento em você, o caldo não vai entornar, confie. Leia mais uma vez a Palavra que diz:

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.

I Coríntios 10:13