As bodas de Caná

O primeiro vinho servido no casamento descrito em João cap. 2, era o melhor que o noivo podia providenciar. O mais saboroso e caro, era servido no início da festa, assim era o costume em Israel. Quando todos já haviam bebido bem, servia-se então o vinho inferior.
O noivo não sabia ao certo quando acabaria aquele primeiro vinho, dando início à distribuição do vinho pior.
Esse costume reflete bem a vida do homem. A maioria de nós se preocupa com o primeiro vinho, que nos fala da vida aqui neste mundo, a primeira parte da festa. Geralmente não nos importamos com o que será servido quando este primeiro vinho – esta vida – acabar. Quem de nós sabe quando será?
Vem depois um vinho inferior em qualidade, pois geralmente o homem não se preocupa com a segunda etapa de sua existência – a Eternidade. Ela será sempre inferior.

A não ser que Jesus esteja presente em nossa festa. Aí, por melhor que tenha sido o primeiro vinho, o segundo – a Vida Eterna – será, sempre, muitíssimo melhor.
Este é mais um segredo guardado nas Escrituras para nós.
Convide Jesus para sua festa, sua vida. Ele garantirá que, seja qual for o grau de doçura que você desfrute nesta vida, a outra vida será repleta de felicidade superior.

“E disse-lhe (o chefe da cozinha ao noivo): Todo o homem põe primeiro o vinho bom, e, quando já tem bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vimho.”

João 2:10

AO AMIGO RENATO PEREIRA: OBRIGADO POR COMPARTILHAR ESTA PÉROLA CONOSCO.